A Garota Não Recebeu o Prémio José Afonso 2023 pelo Álbum “2 de Abril”

A cantautora Cátia Mazari Oliveira, mais conhecida como A Garota Não, foi a vencedora do prestigiado Prémio José Afonso 2023, com o seu emocionante álbum intitulado “2 de Abril”. A notícia foi anunciada pelo júri do galardão, que é atribuído anualmente desde 1988 pela Câmara Municipal da Amadora. Esta conquista representa um reconhecimento da maturidade artística da artista e a qualidade interventiva das letras deste trabalho. O álbum já havia sido distinguido anteriormente, em Fevereiro deste ano, com o Prémio José da Ponte, concedido pela Sociedade Portuguesa de Autores.

A Jornada de A Garota Não

A Garota Não tem uma história fascinante que a levou a criar um álbum tão poderoso e comovente. Nascida como Cátia Mazari Oliveira, cedo começou a escrever as suas próprias músicas, mas não tinha a coragem de compartilhá-las com o mundo. A sua carreira musical teve início nos palcos de bares e hotéis, onde encantava o público com sua voz única e estilo que flertava com o jazz e a bossa nova.

No entanto, foi com o álbum “2 de Abril” que A Garota Não encontrou a sua verdadeira voz e identidade artística. Lançado em Abril de 2022, este álbum é uma homenagem ao bairro 2 de Abril, em Setúbal, onde A Garota Não viveu, cresceu e, aos 26 anos, partiu em busca de novos horizontes e perspectivas de vida.

A Maturidade Artística de “2 de Abril”

“2 de Abril” é um álbum que reflete a maturidade artística de A Garota Não. As letras são marcadas por uma qualidade interventiva extraordinária, abordando temas relevantes e contemporâneos. A diversidade de influências musicais presentes no álbum, que vão desde a obra de José Afonso ao hip-hop, resulta numa grande coerência musical.

O álbum é uma jornada emocional que mergulha nas memórias de infância da artista, transmitindo uma mistura de nostalgia e revolta diante das adversidades da vida. Cada canção é uma expressão autêntica da sua experiência pessoal e visão de mundo, abordando tópicos como a tragédia no Mediterrâneo, a gentrificação e a faceta ativista do artista chinês Ai Weiwei.

Uma Homenagem Musical

“2 de Abril” não se prende apenas às experiências pessoais de A Garota Não, mas também presta homenagem a outros artistas e influências que moldaram a sua jornada musical. O álbum inclui uma emocionante homenagem ao icónico músico português José Mário Branco, que deixou uma marca indelével na história da música de intervenção em Portugal.

A colaboração é uma parte essencial do álbum, e A Garota Não conta com a participação de talentosos artistas convidados. Entre eles, destacam-se a cantora Ana Deus, que lê um poema de Francisca Camelo, o rapper Chullage e o baterista Fred Pinto Ferreira. Estas colaborações enriquecem ainda mais a experiência musical de “2 de Abril” e mostram a versatilidade artística de A Garota Não.

O Reconhecimento do Prémio José Afonso

O Prémio José Afonso é uma honra significativa para A Garota Não e uma validação do seu talento artístico. A decisão unânime do júri em conceder-lhe este reconhecimento destaca a qualidade excepcional do álbum “2 de Abril” e a sua contribuição para o cenário musical contemporâneo.

A entrega do Prémio José Afonso 2023 ocorrerá no dia 26 de Abril, no Cineteatro D. João V, em Setúbal, onde A Garota Não também realizará um concerto emocionante. Os bilhetes para o concerto estarão à venda em breve, proporcionando a oportunidade de experimentar ao vivo a magia e a emoção das músicas de “2 de Abril”.

A Garota Não é um verdadeira talento da música portuguesa, e o Prémio José Afonso 2023 pelo álbum “2 de Abril” é um reconhecimento merecido da sua contribuição para a cena musical nacional. A sua jornada artística, autenticidade e habilidade de transmitir emoções através da música são testemunhos do seu talento excepcional. A Garota Não é uma voz única e inspiradora na música portuguesa, e estamos ansiosos para ver o que o futuro reserva para esta talentosa cantautora.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Setubal-ECOXXI
Atualidade
Setúbal “é” ECOXXI 

A Câmara Municipal de Setúbal (CMS) aprovou em reunião pública a candidatura ao galardão

Arvore-da-Liberdade
Atualidade
A "Árvore da Liberdade" Celebra os 50 Anos do 25 de Abril em Setúbal

No dia 25 de Abril, Setúbal inaugurou a “Árvore da Liberdade”, uma peça de

ExpressArte
Cultura
Express'Arte Celebra 25 Anos e 50 Anos de Liberdade

O Express’Arte – Encontro de Expressões Artísticas está de volta para a sua 25ª