A Terra Treme: Exercício Público de Sensibilização para o Risco Sísmico

O risco sísmico é uma realidade que assombra diversas regiões do mundo, incluindo o território português. Com o objetivo de fortalecer a capacidade de resposta da população em caso de sismo, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) promove anualmente o exercício público de sensibilização para o risco sísmico “A Terra Treme”. Na sua 11ª edição, esta iniciativa pretende consciencializar e capacitar os cidadãos sobre as medidas preventivas e os comportamentos de autoproteção a serem adotados antes, durante e após um sismo.

O Exercício Público “A Terra Treme”

A realizar-se no dia 14 de novembro, às 11h14, o exercício público “A Terra Treme” é uma ação coordenada pela ANEPC em colaboração com diversas entidades públicas e privadas. O principal objetivo é ampliar o conhecimento da população sobre os riscos sísmicos, contribuindo para a construção de uma sociedade mais resiliente.

Neste evento, os participantes são convidados a executar três gestos de autoproteção num minuto: baixar, proteger e aguardar. Estes gestos são essenciais para minimizar os riscos de ferimentos e garantir a segurança durante um sismo. O exercício “A Terra Treme” visa envolver tanto indivíduos quanto coletivos, como famílias, escolas, empresas e instituições públicas, privadas ou associativas.

Participação e Compromisso

Cidadãos e entidades interessados em participar no exercício público “A Terra Treme” podem inscrever-se na página oficial do evento. Essa participação demonstra o compromisso pessoal ou institucional com a causa da proteção e segurança, além de funcionar como um apoio à ação de cidadania promovida pela ANEPC.

É importante ressaltar que o exercício público não é apenas uma atividade simbólica, mas sim uma oportunidade para adquirir conhecimentos e habilidades que podem salvar vidas em situações reais de emergência. Com a participação no evento, os cidadãos tornam-se agentes ativos na promoção da segurança coletiva.

Medidas Preventivas e Comportamentos de Autoproteção

Conhecer as medidas preventivas e os comportamentos de autoproteção é essencial para agir de forma adequada em caso de sismo. Através do exercício “A Terra Treme”, a ANEPC procura disseminar estas informações, capacitando a população para enfrentar de maneira eficiente os desafios que surgem durante um evento sísmico.

Antes de um sismo, é importante adotar medidas preventivas, como identificar e corrigir potenciais vulnerabilidades nos edifícios, garantir a fixação de objetos pesados que possam cair durante o tremor e estabelecer um plano de emergência familiar. Durante o sismo, é fundamental lembrar dos três gestos de autoproteção: baixar-se, proteger-se e aguardar. Estas ações visam reduzir os riscos de queda de objetos e desabamentos. Após o sismo, é necessário agir com cautela, verificando se há feridos e prestando auxílio, além de seguir as orientações das autoridades competentes.

O exercício público de sensibilização para o risco sísmico “A Terra Treme” é uma iniciativa importante promovida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. Através desta ação, a população é capacitada com noções sobre como agir em caso de sismo, disseminando medidas preventivas e comportamentos de autoproteção.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Arvore-da-Liberdade
Atualidade
A "Árvore da Liberdade" Celebra os 50 Anos do 25 de Abril em Setúbal

No dia 25 de Abril, Setúbal inaugurou a “Árvore da Liberdade”, uma peça de

Moto-Clube-de-Setubal
Atualidade
Lançada primeira pedra da nova sede do Moto Clube de Setúbal

O Moto Clube de Setúbal está prestes a iniciar um novo capítulo na sua

Setubal-ECOXXI
Atualidade
Setúbal “é” ECOXXI 

A Câmara Municipal de Setúbal (CMS) aprovou em reunião pública a candidatura ao galardão