Almada Instala Cinco Ilhas de Compostagem Comunitária Para Valorizar Resíduos Orgânicos

A Câmara Municipal de Almada anunciou a instalação de cinco ilhas de compostagem comunitária no concelho. O objetivo desta iniciativa, intitulada “Almada, Vamos Compostar”, é valorizar os resíduos orgânicos, desviando-os do lixo comum e promovendo a compostagem como uma prática sustentável. Os munícipes interessados em participar devem inscrever-se através do email almadavamoscompostar@cm-almada.pt para receberem um código que dará acesso aos módulos das ilhas de compostagem.

Separando os Resíduos Orgânicos dos Resíduos Comuns

A compostagem é um processo natural de decomposição da matéria orgânica, transformando-a num fertilizante chamado composto. Com esta iniciativa, a Câmara Municipal de Almada pretende envolver a população do concelho na separação dos resíduos orgânicos, trazendo benefícios económicos e ambientais. Dessa forma, resíduos como cascas de ovos, frutas, vegetais e borras de café podem ser separados do lixo comum e transformados em adubo para uso doméstico ou pelos serviços municipais.

Inscrição e Formação em Compostagem

Para participar no projeto “Almada, Vamos Compostar”, os munícipes devem fazer uma inscrição através do email fornecido. Após a inscrição, os participantes terão acesso a um código numérico que lhes permitirá abrir os módulos das ilhas de compostagem. Além disso, receberão formação em compostagem, aprendendo sobre o processo de decomposição da matéria orgânica e como produzir composto de qualidade. Também receberão um balde de 5 litros para armazenar e transportar os resíduos verdes até aos contentores das ilhas de compostagem.

Locais das Ilhas de Compostagem

Todas as uniões de freguesias e a freguesia da Costa da Caparica terão uma ilha de compostagem comunitária. Conforme a área de residência dos participantes, será indicada a ilha de compostagem a utilizar. Cada ilha tem capacidade para a participação de 75 famílias. Os locais onde as ilhas de compostagem estarão disponíveis são:

  • Parque da Juventude de Almada, Rua Ramiro Ferrão – União das freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas;
  • Jardim do Complexo Municipal dos Desportos – União das freguesias de Laranjeiro e Feijó;
  • Praceta Joaquim Maria da Costa – Freguesia da Costa da Caparica;
  • Rua Samwell Dinis – União das freguesias de Charneca de Caparica e Sobreda;
  • Rua Pedro Álvares Cabral – União das freguesias de Caparica e Trafaria.

Compostagem Doméstica

Para os almadenses que possuem espaço exterior em casa, a Câmara de Almada oferece gratuitamente um compostor. Com este equipamento, as famílias podem valorizar os seus resíduos alimentares e de jardim, produzindo o seu próprio composto. Além disso, a autarquia oferece informação e acompanhamento técnico do processo de compostagem, auxiliando os participantes em todo o processo.

Valorizando os Resíduos Orgânicos

A iniciativa “Almada, Vamos Compostar” tem como objetivo valorizar os resíduos orgânicos provenientes da preparação de alimentos, separando-os dos resíduos comuns. A compostagem é uma prática sustentável que contribui para a redução do desperdício e para a preservação do meio ambiente. Além disso, ao envolver a população do concelho nesta prática de reciclagem, a Câmara Municipal de Almada promove a consciência ambiental e a participação ativa dos munícipes na construção de uma cidade mais sustentável.

A compostagem dos resíduos orgânicos traz vantagens tanto do ponto de vista económico quanto ambiental. Ao transformar esses resíduos em composto, é possível reduzir a quantidade de lixo enviado para aterros sanitários, economizando recursos naturais e reduzindo custos de gestão de resíduos. Além disso, o composto produzido pode ser utilizado como adubo, enriquecendo o solo e promovendo o crescimento saudável das plantas.

Participação Ativa da População

A participação ativa da população é fundamental para o sucesso do projeto “Almada, Vamos Compostar”. Ao separar os resíduos orgânicos dos resíduos comuns e depositá-los nas ilhas de compostagem, os munícipes estão a contribuir para a construção de uma cidade mais sustentável e para a preservação do meio ambiente. Além disso, ao levar para casa parte do composto produzido, os participantes podem utilizar esse adubo natural nas suas plantas e jardins, promovendo a agricultura urbana e a valorização dos espaços verdes.

A instalação das cinco ilhas de compostagem comunitária no concelho de Almada é um passo importante na promoção da compostagem como uma prática sustentável. Ao valorizar os resíduos orgânicos e envolver a população na separação e transformação desses resíduos em composto, a Câmara Municipal de Almada está a contribuir para a construção de uma cidade mais sustentável e para a preservação do meio ambiente. A participação ativa dos munícipes é essencial para o sucesso deste projeto, que traz benefícios económicos e ambientais para toda a comunidade.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Recebem-Ordem-de-Despejo
Atualidade
Vários Restaurantes da Costa de Caparica Recebem Ordem de Despejo, entre eles “O Barbas”

A Costa de Caparica é conhecida pelas suas praias deslumbrantes, clima agradável e oferta

Estudo-Acustico
Atualidade
Estudo Acústico da Sala Cine Incrível: Um Passo em Direção à Música ao Vivo

A Sociedade Filarmónica Incrível Almadense (SFIA) anunciou recentemente que pretende realizar um estudo acústico

Funko-Pop
Atualidade
A Maior Exposição de Funko Pop! da Europa Chega a Almada

Se é fã da cultura pop e coleciona brinquedos, provavelmente já ouviu falar dos