Produção de Amoníaco Verde em Sines: Um Projeto Sustentável Impulsionado pela Iberdrola

A Iberdrola Renewables Portugal está a liderar um ambicioso projeto de produção de amoníaco verde em Sines. Este empreendimento inovador, intitulado “Green Ammonia Express Sines”, visa criar uma cadeia de produção de amoníaco verde em larga escala, a partir de hidrogénio verde. O projeto não só fortalecerá a economia local, como também contribuirá significativamente para a transição climática e para a economia verde de Portugal.

O Projeto “Green Ammonia Express Sines”

O projeto “Green Ammonia Express Sines” tem como objetivo estabelecer uma instalação industrial na Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), sob a gestão da Aicep Global Parques. A instalação ocupará uma área de aproximadamente 21 hectares e será composta por duas unidades principais: uma unidade de produção de hidrogénio verde e uma unidade de síntese de amoníaco verde.

Prevê-se que a produção anual desta instalação seja de aproximadamente 95 mil toneladas de amoníaco verde, utilizando eletrolisadores com uma capacidade de 137 MW. Este volume significativo de produção demonstra o compromisso da Iberdrola em impulsionar a transição para uma economia mais sustentável.

A construção do projeto está programada para começar em meados de 2025, caso seja aprovado, e a operação está prevista para iniciar em 2027. Com um investimento de quase 427 milhões de euros, este projeto também trará benefícios económicos para a região, gerando mais de 50 postos de trabalho.

Benefícios Ambientais e Económicos

Uma das principais vantagens deste projeto é a substituição de processos que atualmente dependem de combustíveis fósseis na produção de produtos químicos, como bioprodutos e fertilizantes. O uso de amoníaco verde, produzido a partir de hidrogénio verde, reduzirá significativamente o impacto ambiental destas atividades, contribuindo para a mitigação das mudanças climáticas.

Além disso, o projeto “Green Ammonia Express Sines” está alinhado com as metas estabelecidas no Plano Nacional de Energia e Clima 2030 e no Pacto Ecológico Europeu. Ao posicionar Portugal no contexto da transição climática e da economia verde, a Iberdrola lidera o caminho para um futuro mais sustentável.

Processo de Licenciamento Ambiental

A Iberdrola Renewables Portugal deu início ao processo de licenciamento ambiental para o projeto “Green Ammonia Express Sines” a 11 de dezembro de 2023. A empresa apresentou uma Proposta de Definição de Âmbito (PDA) do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) à Agência Portuguesa do Ambiente (APA). A consulta pública desta proposta está a decorrer até dia 26 deste mês, no portal Participa.

Este processo de licenciamento ambiental é essencial para garantir que todas as medidas de proteção ambiental sejam adequadamente avaliadas e implementadas. A APA é responsável por analisar a proposta e considerar os impactos ambientais e as medidas de mitigação propostas.

Infraestrutura e Distribuição

A localização da unidade de produção industrial na ZILS, junto ao Porto de Sines, traz vantagens significativas para a infraestrutura e distribuição do amoníaco verde produzido. O Terminal de Granéis Líquidos será a base para as possíveis cadeias de distribuição deste produto.

O transporte do amoníaco verde será realizado através de um pipeline, que será construído ao longo das tubagens existentes. Os navios serão carregados com o uso de um braço de carga dedicado. Além disso, a instalação industrial será alimentada por uma linha elétrica, que será construída a partir da Subestação da REN em Sines.

O amoníaco verde liquefeito será conduzido ao Porto de Sines e exportado através do Terminal de Granéis Líquidos. A exportação marítima atenderá instalações onde o amoníaco verde será utilizado na produção de fertilizantes agrícolas e outros produtos químicos de valor agregado, como bioprodutos. Esta substituição de processos que dependem de combustíveis fósseis é um passo importante para uma economia mais sustentável.

O projeto “Green Ammonia Express Sines” liderado pela Iberdrola Renewables Portugal é um empreendimento inovador que impulsionará a produção de amoníaco verde em larga escala a partir de hidrogénio verde. Com um investimento significativo e benefícios ambientais e económicos substanciais, o projeto contribuirá para a transição climática e para a economia verde em Portugal.

Com iniciativas como esta, Portugal está a caminhar em direção a um futuro com energia limpa e um ambiente mais saudável.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Eleicoes-Europeias
Atualidade
Exercer o Direito de Voto Antecipado nas Eleições Europeias 2024

As Eleições para o Parlamento Europeu de 2024 estão à porta e, para garantir