Porque há uma Rua Stara Zagora no Barreiro? 

Porque há uma Rua Stara Zagora no Barreiro? 

-Stara Zaquê? 

-É a das finanças. 

-Nunca lá vou.

-É a do fórum.

-Antes ir às finanças… 

Para quase todos, é apenas a Rua do Fórum Barreiro ou a das Finanças. Uma rua de nome estranho, provavelmente de mais uma personagem que a história esqueceu e a toponímia insiste em recordar por motivos que nos transcendem. É daquelas questões que sempre me intrigou enquanto residente e pensei: “tenho de ir pesquisar”. Mas quando chegava a casa, outros assuntos mais urgentes se levantavam e saber quem ou o que é Stara Zagora, tinha-se evaporado da minha mente. Até tropeçar noutro dia na informação, quase por acidente. 

Stara Zagora não é uma pessoa. Mas sim um local. Uma cidade na verdade, situada na Bulgária. Começou como Beroe e fez parte de três grandes impérios, o romano, o bizantino e o otomano, foi saqueada nas cruzadas e destruída (e a sua população massacrada) para suprimir uma revolta no Século XIX.  Hoje, as marcas de todas estas civilizações e culturas, encontram-se firmemente implantadas na arquitetura da cidade. 

Então, mas porque há uma cidade búlgara a merecer uma rua no Barreiro? 

Porque em 1976 foi assinado um acordo de geminação entre as duas cidades. O que é isto? É um conceito que nasceu na II Guerra Mundial, quando a Cidade de Coventry, fortemente bombardeada pela força aérea alemã, se solidarizou com Estalingrado (atual Volgogrado) e as mulheres locais enviaram donativos aos combatentes russos com o slogan “Uma pequena ajuda é maior do que a maior simpatia”. A partir daí as cidades tornaram-se “irmãs” e o conceito acabou por crescer. 

No fundo, duas cidades irmãs, apoiam-se mutuamente, seja através do turismo, de trocas comerciais, de bolsas de estudo ou de outra forma qualquer. São duas cidades semelhantes através da sua demografia, geografia ou outra “fia” qualquer que seja relevante na altura de escolher. O Barreiro está, além de Stara Zagora, também geminado com Lodz, na Polónia. 

Já no século XXI, um grupo de residentes da Rua Stara Zagora, entrou em contacto com o Beroe, clube da cidade búlgara, que acabou por lhes oferecer equipamentos para a sua equipa que joga uma espécie de torneio “inter-ruas”. São, desde aí, fãs do clube húngaro e representam-no todas as semanas, quando jogam à bola entre amigos. 

Mistério resolvido? Boa! Querem saber a origem de mais alguma rua?  

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -