Ciclo Antiprincesas: Antónia Rodrigues – Celebrando a Coragem e a Determinação

O Ciclo Antiprincesas é uma iniciativa cultural que celebra mulheres notáveis da história, destacando as suas conquistas e contribuições para a sociedade. No dia 16 de março, o espetáculo será dedicado à figura inspiradora de Antónia Rodrigues, uma rapariga à frente do seu tempo, marinheira, heroína de guerra e uma cavaleira portuguesa.

Histórias de Coragem e Superando Limites

Antónia Rodrigues viveu no século XVI, uma época marcada por sereias, monstros marinhos e castelos imponentes. No entanto, Antónia desafiou os estereótipos de princesas e decidiu procurar uma vida repleta de aventuras. Nascida numa pequena vila às margens do rio Vouga, Antónia ansiava por explorar o mundo além das fronteiras conhecidas.

Num tempo em que as mulheres eram consideradas frágeis e incapazes de enfrentar o desconhecido, Antónia mostrou que a sua coragem e determinação não tinham limites.

Antónia embarcou numa caravela e enfrentou tempestades e mares revoltos. Navegou por terras distantes, explorando novas culturas e conhecendo pessoas de diferentes nacionalidades. A sua curiosidade e coragem levaram-na a experiências únicas e inesquecíveis, moldando a sua personalidade e fortalecendo o seu espírito aventureiro.

Além das suas aventuras marítimas, Antónia mostrou ser uma heroína de guerra. Lutou em batalhas ferozes, mostrando bravura e habilidade estratégica. A sua participação nas batalhas rendeu-lhe condecorações e olhares apaixonados pela sua valentia e determinação.

O Espetáculo do Ciclo Antiprincesas: Celebrando a Vida de Antónia Rodrigues

O espetáculo do Ciclo Antiprincesas dedicado a Antónia Rodrigues é uma produção teatral do grupo Teatro Meia Volta e Depois à Esquerda Quando Eu Disser. Com uma classificação etária livre para maiores de 6 anos e uma duração aproximada de 40 minutos, o espetáculo promete encantar e inspirar o público de todas as idades.

Através do espetáculo do Ciclo Antiprincesas, somos transportados para o século XVI, onde sereias, monstros marinhos e castelos com altas torres eram elementos presentes no imaginário popular. Nesta época, conhecemos a jovem Antónia Rodrigues, uma personagem extraordinária que deixou a sua pequena vila em busca de uma vida de aventuras.

Antónia enfrentou desafios e superou obstáculos na sua jornada. Tornou-se uma marinheira valente, uma heroína de guerra e uma cavaleira portuguesa. A sua história é repleta de coragem, determinação e superação, mostrando que as mulheres são capazes de grandes feitos.

Ficha Técnica do Espetáculo

O espetáculo é dirigido por Cláudia Gaiolas e tem a dramaturgia de Alex Cassal. A interpretação fica por conta de Alfredo Martins, com cenografia de Saulo Santos e figurinos de Ainhoa Vidal. A música é de Teresa Gentil e o desenho de luz de Daniel Worm. Os bordados são de Isabelle Yvonne Dekien, e a produção executiva é de Armando Valente.

O espetáculo é uma encomenda do São Luiz Teatro Municipal e EGEAC – Planeamento e Produção de Eventos, em coprodução com o Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato e Teatro Meia Volta e Depois à Esquerda Quando Eu Disser. Conta também com o apoio do Largo Residências.

Não perca a oportunidade de assistir ao espetáculo do Ciclo Antiprincesas: Antónia Rodrigues e encante-se com esta história de coragem, determinação e superação. Uma experiência que certamente ficará marcada na memória de todos que tiverem a oportunidade de testemunhá-la.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Domingos-com-Artesanato
Lazer
Domingos com Artesanato: Uma Celebração da Criatividade e Cultura Local

O Seixal, conhecido pela sua vibrante vida e paisagens deslumbrantes, é um verdadeiro ponto

feminino-invisivel
Cultura
A peça gratuita que revela o papel feminino invisível

O teatro é uma forma de arte que tem o poder de refletir a

VIII-Feira-do-Chocolate
Lazer
VIII Feira do Chocolate de Corroios: Delícias para Todos os Amantes de Chocolate

Se é um verdadeiro amante de chocolate, temos ótimas notícias para si! A oitava