Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo apresenta três coreografias no Seixal

A Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo (CPBC) foi fundada em 1998, por Vasco Wellenkamp e Graça Barroso. Concebida como uma companhia de repertório original, a CPBC tornou-se um espaço onde diferentes artistas podem explorar e desenvolver as suas linguagens, criando uma experiência artística comum.

A CPBC estabeleceu-se como uma força criativa na promoção da dança como uma forma de arte que enriquece a sensibilidade, a educação e a formação estética dos cidadãos. No âmago desta companhia encontra-se a criação de um repertório coreográfico dinâmico e inovador, que incorpora uma identidade própria, reconhecida não apenas em Portugal mas também em palcos internacionais. 

No próximo dia 23 de setembro a CPBC está de regresso ao Seixal, onde realizará uma série de apresentações no Auditório Municipal do Fórum Cultural. Na mesma noite serão apresentadas três coreografias, explorando diferentes temas e conceitos.

“Apperception Plotline”, de Margarida Belo Costa, convida o público a questionar o acto de observar e a relação entre o olhar e o que é visto. “Corrente”, de Beatriz Mira e Tiago Barreiros, mergulha na dualidade entre o corpo e a mente, explorando o papel da escolha numa sociedade complexa. Por fim, “Public Domain” de Ricardo Campos Freire questiona as interações entre o indivíduo e a sociedade. 

O evento no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal terá início às 21h30. Os bilhetes têm o preço de 6€, com 50% de desconto para munícipes, jovens até 25 anos, reformados e funcionários das autarquias do Seixal.

Confira abaixo a ficha técnica das três coreografias em exibição.

Apperception Plotline, de Margarida Belo Costa

 Duração: 36 minutos (aprox.)

 Coreografia: Margarida Belo Costa. Assistente de coreógrafo: Ricardo Henriques. Figurinos: Margarida Belo Costa. Desenho de luz: Margarida Belo Costa. Bailarinos: Francisco Ferreira, Maria Mira, Ricardo Henriques, Rita Carpinteiro, Sara Casal.

Corrente, de Beatriz Mira e Tiago Barreiros

 Duração: 10 minutos

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Ciclo-Antiprincesas
Cultura
Ciclo Antiprincesas: Antónia Rodrigues - Celebrando a Coragem e a Determinação

O Ciclo Antiprincesas é uma iniciativa cultural que celebra mulheres notáveis da história, destacando

Nuno-Oliveira
Cultura
Nuno Oliveira apresenta novo livro: "Entretanto, Outras Estórias”

O escritor seixalense Nuno Oliveira prepara-se para apresentar a sua mais recente obra, que

Animateatro
Cultura
Animateatro prepara três encenações para março

Animateatro, uma estrutura profissional fundada em 2002, está a preparar três produções teatrais para