Exposição de Retratos em Almada: Celebrando 50 Anos de Elevação a Cidade

A cidade de Almada está a celebrar um marco importante na sua história: os 50 anos da sua elevação a cidade. E para comemorar esta ocasião especial, está a decorrer uma exposição de retratos que promete encantar e surpreender os moradores e visitantes.

50 Anos – 50 Retratos: Uma Celebração da Diversidade Almadense

A exposição intitulada “50 Anos – 50 Retratos” traz uma proposta única e emocionante. Através do olhar de 25 fotógrafos talentosos, 50 almadenses foram retratados em momentos significativos das suas vidas. Esta iniciativa pretende refletir a diversidade e a riqueza humana do município.

A exposição está aberta ao público até 25 de janeiro de 2024, ocupando 14 locais diferentes em Almada. Desde praças e avenidas até locais emblemáticos como o Hospital Garcia de Orta e o Parque da Paz, estes retratos ganharão vida nas ruas da cidade, transformando-a numa galeria ao ar livre.

A Inauguração e a Presença Ilustre

A abertura oficial da exposição ocorreu no passado dia 25 de novembro, no Fórum Municipal Romeu Correia. O evento contou com a presença da ilustre Inês de Medeiros, Presidente da Câmara Municipal de Almada, e do renomado fotógrafo Mário Cruz, fundador da Narrativa, coletivo responsável pela curadoria da exposição. A presença destas figuras importantes demonstrou a relevância e o prestígio do evento.

Uma União Perfeita: Fotógrafos e a Paisagem Humana de Almada

A Câmara Municipal de Almada lançou um desafio à Narrativa, que reuniu um grupo de fotógrafos de diferentes áreas, resultando numa combinação perfeita com a paisagem humana diversa do município. Esta união entre os fotógrafos consagrados, os fotógrafos locais e os novos talentos cria um exercício de liberdade criativa, valorizando a fotografia como forma de expressão e comunicação.

Os 25 fotógrafos participantes oferecem perspectivas e olhares únicos sobre a cidade e as suas pessoas. Cada retrato captura uma história, um momento de vida, refletindo a diversidade que é uma das marcas registradas de Almada. Esta exposição é uma verdadeira homenagem a uma cidade vibrante, inquieta e criativa.

Durante o período da exposição, os retratos serão exibidos de diferentes formas em praças, ruas, avenidas e outros locais icónicos de Almada. Esta abordagem permite que a arte esteja presente no quotidiano das pessoas, criando uma conexão especial entre a cidade e os seus habitantes.

Autores Presentes na Exposição

A exposição “50 Anos – 50 Retratos” conta com a participação de fotógrafos de renome, fotógrafos locais e emergentes da fotografia portuguesa. Esta diversidade de talentos contribui para uma exposição rica em criatividade e expressão artística. Abaixo estão alguns dos autores presentes na exposição:

  • Anabela Luís
  • Augusto Brázio
  • Bruno Saavedra
  • Bruno Simões Castanheira
  • Carlos Valadas
  • Clara Azevedo
  • Enric Vives-Rubio
  • Filipa Leite Rosa
  • Florbela Salgueiro
  • José Sarmento de Matos
  • Lara Jacinto
  • Leonel de Castro
  • Lucília Monteiro
  • Luís Filipe Catarino
  • Luísa Ferreira
  • Maria Oliveira
  • Mário Cruz
  • Nuno Andrade
  • Patrícia De Melo Moreira
  • Raquel França
  • Ricardo Lopes
  • Rui Gaudêncio
  • Rui Vasco
  • Valter Vinagre
  • Victor Mendes

A exposição “50 Anos – 50 Retratos” é uma oportunidade única de vivenciar a diversidade e a riqueza humana de Almada. Os retratos capturam momentos de vida, histórias e emoções, refletindo a essência desta cidade vibrante e criativa. Não deixe de visitar esta exposição especial, que está presente nas ruas de Almada até dia 25 de janeiro. Permita-se ser cativado pelos olhares e sorrisos dos almadenses que fazem parte desta celebração.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Cine-Incrivel
Atualidade
Cine Incrível: O Fim da Programação Musical e o Impacto Cultural em Almada

O Cine Incrível, localizado em Almada Velha, está prestes a encerrar a sua programação

Bibliotecas-Humanas
Cultura
Bibliotecas Humanas: Uma Janela para a História de Almada

As Bibliotecas Humanas têm-se revelado uma atividade enriquecedora nas redes municipais de bibliotecas em

A-Censura-ao-Teatro
Cultura
Exposição “A Censura ao Teatro”: A Censura Teatral e o seu Legado na Ditadura

A censura foi uma das armas mais eficazes utilizadas durante o regime ditatorial, cujos