Memórias de uma mente imatura

Memórias de uma mente imatura

A Galeria Municipal do Montijo recebe, até 6 de janeiro, uma exposição de pinturas da autoria do artista plástico Hugo Castilho. Esta mostra terá patente o corpo de trabalho produzido nos últimos três anos e convida os visitantes a participar num “diálogo temático acentuado pela composição figurativa, teatralizada por pessoas, animais e natureza no lugar de personagens”. Este diálogo sobre tela, encerra um espaço de crítica social onde a ética animal tem também um lugar de destaque. 

São pinturas de alto-relevo, ricas em humor e formas poéticas, nas quais são evocados momentos do quotidiano como também memórias de um passado mais distante no tempo. 

Quem é Hugo Castilho?

Hugo Castilho nasceu em Setúbal em 1995. Licenciou-se em Artes Visuais – variante de Multimédia, em 2016, na Universidade de Évora; prosseguiu os seus estudos na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, em 2021, ano em que concluiu o Mestrado em Pintura.

Em 2017 estreia-se a solo com “Expressão Do Rosto”, na Casa Da Cultura de Setúbal. As suas obras estiveram em exibição individual no Espaço das Artes da Casa da Cultura de Setúbal, em 2017 e 2019, e na Galeria Arte Periférica no Centro Cultural de Belém, em 2022. 

Coletivamente expôs em 2018 na Spring Exhibition – Artiset, Sado Hotel em Setúbal, na Zet Gallery, em Braga, em 2019, e na Drawing Room Lisboa, na Sociedade Nacional de Belas-Artes, em 2021, representado pela Galeria Arte Periférica. 

O ano de 2019 fica também marcado pela vitória na 13ª Edição GAB-A, da Faculdade De Belas-Artes de Lisboa.

Hugo Castilho tem como influências nomes como os de Hayao Miyazaki, Picasso, Matisse, Henri Rousseau, Wes Anderson, Chuck Jones.

“Memórias de uma mente imatura”, é a mais recente exposição de um artista plástico que é visto como dos mais promissores de Portugal, tendo figurado em 2021 no, À Procura Dos Jovens Artistas na Drawing Room, Lisboa.

Não se esqueça, até 6 de janeiro, na Galeria Municipal do Montijo, “Memórias de uma mente imatura”, por Hugo Castilho.

Portas abertas de 3.ª a sábado, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -
Também poderá gostar de
Festas-Populares-de-Sao-Pedro
Cultura

Festas Populares de São Pedro no Montijo com Mariza, Bárbara Bandeira e Anjos

As Festas Populares de São Pedro, a celebração anual que ilumina a cidade do Montijo, estão de volta com toda a sua vibração...

Redescobrir-a-Paixao-pela-Escrita
Cultura

“O texto (ainda) não morreu”: Redescobrir a Paixão pela Escrita Teatral em Montijo

Montijo está prestes a sediar um evento cultural único que promete reacender a chama da paixão pela escrita teatral. Intitulado “O texto (ainda)...