Museu de Almada: 3 Exposições Imperdíveis

A cidade de Almada tem três exposições imperdíveis no Museu de Almada – Casa da Cidade. Inauguradas recentemente, os visitantes podem desfrutar de exposições fotográficas, projetos urbanísticos sustentáveis e uma jornada através das histórias da cidade. Estas exposições prometem revelar diferentes aspectos da cidade e proporcionar uma experiência cultural enriquecedora para os visitantes.

“Esta é a cidade e é bela: a Almada de Júlio Diniz”

A primeira exposição em destaque é dedicada ao fotógrafo almadense Júlio Pereira Diniz. Esta exposição apresenta uma seleção de 68 imagens cuidadosamente escolhidas entre os mais de 9000 negativos do espólio municipal. Através destas fotografias, os visitantes têm a oportunidade de explorar a evolução da cidade, desde a sua paisagem rural até à industrialização e às mudanças que sofreu ao longo do tempo.

Esta exposição é uma viagem visual pela história de Almada, revelando as suas metamorfoses ao longo dos anos. Através das lentes de Júlio Pereira Diniz, é possível testemunhar o crescimento da cidade, bem como os primeiros indícios da sua transformação e apagamento. Será uma oportunidade única de conhecer a Almada de Júlio Diniz e apreciar o seu olhar artístico sobre a cidade.

“Lugares de projeto”: Repensando Almada com Urbanismo Sustentável

A segunda exposição em destaque apresenta projetos realizados por alunos do Mestrado em Urbanismo Sustentável e Ordenamento do Território da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade NOVA. Estes projetos, desenvolvidos entre 2016 e 2023, propõem novas abordagens para a cidade de Almada, levando em consideração a sustentabilidade e o ordenamento do território.

Na exposição “Lugares de projeto”, os visitantes serão apresentados a propostas inovadoras, plantas, esboços e apresentações audiovisuais que convidam a repensar o concelho de Almada. Um dos principais focos desta exposição é a frente ribeirinha, onde novos usos e possibilidades são explorados. Além disso, a requalificação de edifícios e a promoção da mobilidade sustentável são outros temas abordados pelos projetos expostos.

Esta exposição é uma oportunidade única para os visitantes se inspirarem e refletirem sobre como tornar Almada numa cidade mais sustentável e amigável para o meio ambiente. Os projetos apresentados certamente despertarão ideias e debates sobre o futuro da cidade.

“Conta-me histórias”: Descobrindo as diferentes facetas de Almada

A terceira exposição, intitulada “Conta-me histórias”, é um novo espaço expositivo no Museu de Almada. Esta exposição tem como objetivo apresentar ao público peças menos conhecidas do espólio almadense e contar histórias fascinantes sobre a cidade.

Neste espaço, os visitantes têm a oportunidade de explorar diferentes aspectos da história de Almada. Desde a agricultura até a indústria naval, passando pelo comércio e pelo associativismo característico da cidade, é possível mergulhar nas múltiplas facetas que compõem a identidade de Almada.

Como parte da inauguração deste novo espaço, uma exposição especial sobre a Carpintaria de Moldes estará em destaque. Esta profissão está intimamente ligada à história da indústria naval do concelho, tanto no Arsenal do Alfeite quanto na Companhia Portuguesa de Pesca. Através desta exposição, os visitantes podem conhecer mais sobre esta atividade e a sua importância para a cidade.

Informações adicionais e horários de visitação

As três exposições podem ser visitadas até 23 de março, de terça-feira a sábado, com horários de funcionamento das 10h às 13h e das 15h às 18h. O valor do bilhete para visitar as três exposições é de 2,73 euros para adultos, com desconto de 50% para jovens e idosos.

Não perca a oportunidade de explorar as exposições fotográficas de Júlio Diniz, repensar Almada com projetos urbanísticos sustentáveis e descobrir as histórias fascinantes da cidade. Estas exposições certamente proporcionarão uma experiência cultural enriquecedora e um olhar mais profundo sobre Almada e a sua história.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Sinfonia-N9-de-Beethoven
Cultura
A Sinfonia N.º 9 de Beethoven: Um Hino à Fraternidade e à Humanidade no TMJB

A Sinfonia n.º 9, também conhecida como “A coral”, é uma obra icónica do

Cassete-Pirata
Cultura
Cassete Pirata: A Banda Indie Portuguesa que Conquistou o Verão vai Tocar no TMJB

Cassete Pirata é unanimemente considerada uma banda estabelecida na cena indie portuguesa. Com um

Bibliotecas-Humanas
Cultura
Bibliotecas Humanas: Uma Janela para a História de Almada

As Bibliotecas Humanas têm-se revelado uma atividade enriquecedora nas redes municipais de bibliotecas em