Trilho dos Pescadores

É considerado um dos melhores e mais bonitos trilhos costeiros do mundo. O Trilho dos Pescadores é composto por treze etapas diárias, num total de 226,5 km, ao longo do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Este caminho é percorrível apenas a pé, sempre junto ao mar, seguindo os caminhos usados pelos locais para acesso às praias e pesqueiros. No entanto, é algo exigente do ponto de vista físico, já que se estende em grande parte ao longo de falésias e trilhos arenosos.

A Grande Rota do Trilho dos Pescadores inicia-se em São Torpes, a sul do Porto de Sines, tendo como destino final a cidade de Lagos (podendo igualmente ser efectuado no sentido inverso). Ao longo das treze etapas do percurso irá encontrar locais belos e emblemáticos do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, como Porto Covo, Vila Nova de Milfontes, Almograve, Zambujeira do Mar, Odeceixe, Aljezur, Arrifana, Carrapateira, Vila do Bispo, Sagres, Salema e Luz.

Devido à sua beleza natural, o Trilho dos Pescadores atrai não apenas caminhantes e amantes da natureza, mas também fotógrafos e entusiastas do turismo de aventura. No entanto, trata-se de um ecossistema muito frágil, sendo importante respeitar as orientações fornecidas pelos organizadores do percurso para garantir a preservação da área.

A Rota Vicentina inclui ainda o Caminho Histórico (que liga Santiago do Cacém ao Cabo de São Vicente) e os Percursos Circulares (24 caminhos com início e fim no mesmo local e ideais para realizar em meio dia). Contudo, o Trilho dos Pescadores é uma experiência única para quem deseja explorar o Sudoeste Alentejano e a Costa Vicentina, em contacto permanente com a natureza envolvente, a beleza da paisagem e o vento do mar.

https://img.oastatic.com/img2/75861685/834x417r/trilho-dos-pescadores-s.png
https://img2.oastatic.com/img2/75861603/834x417r/trilho-dos-pescadores-almograve-zambujeira.jpg
PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

ESPECIAL-25-DE-ABRIL
Cultura
Quinta-feira, 25 de Abril de 1974

“…Ritinha, fiquemo-nos por aqui, que o conto agora vai longo e repetido. Fecha o