Um Livro Que Ganha Vida no Palco: “Meu Pé de Laranja Lima” no Teatro Municipal Joaquim Benite

O Teatro dos Aloés, uma companhia de teatro formada pelos talentosos artistas José Peixoto, Elsa Valentim e Jorge Silva, tem uma emocionante adaptação em palco de um clássico da literatura juvenil brasileira. “Meu Pé de Laranja Lima”, escrito por José Mauro de Vasconcelos em 1968, tem encantado várias gerações com a sua história comovente e cativante. Neste artigo, mergulharemos nas aventuras de Zezé, o protagonista da obra, e exploraremos os temas de amizade, amor, afeto e imaginação presentes na história.

A Magia de “Meu Pé de Laranja Lima”

“Meu Pé de Laranja Lima” é uma história que toca o coração dos leitores, e agora ganha vida no palco do Teatro Municipal Joaquim Benite (TMJB). A peça aborda a comovente descoberta da ternura por Zezé, um garoto de seis anos, em relação a Portuga, o seu pé de laranja lima. Através desta relação especial, Zezé aprende sobre amizade, amor e afeto, valores fundamentais que permeiam a trama.

O enredo também traz à tona a dor e a superação de Zezé quando Portuga sofre um acidente trágico. Esta reviravolta na história mostra a capacidade imaginativa das crianças para enfrentar as adversidades e encontrar conforto mesmo nas situações mais difíceis. “Meu Pé de Laranja Lima” consegue retratar a realidade de forma sensível e emocionante, envolvendo o público numa montanha-russa de emoções.

O Teatro dos Aloés: Uma Janela para a Cultura

O Teatro dos Aloés, localizado nos Recreios da Amadora, tem se dedicado, desde 2001, a promover o exercício da cidadania e o desenvolvimento cultural das comunidades através das artes cénicas. O nome intrigante da companhia tem origem na peça “Uma Lição dos Aloés”, de Athol Fugard, que aborda temas como a superação de medos, a resistência às adversidades e a crença nas utopias.

Ao longo de mais de duas décadas, o Teatro dos Aloés tem encantado o público com as suas montagens teatrais de autores de renome, como Mário de Carvalho, Brian Friel, Marivaux, Tankred Dorst, Tchecov, José Saramago, Luigi Lunari, Carlo Goldoni, Seán O’Casey, Athol Fugard, David Mamet, Bernard-Marie Koltès, Spiro Scimone, Lars Norén e Paul Auster. A companhia é reconhecida pela sua qualidade artística e por abordar questões relevantes através das suas produções.

Apresentações de “Meu Pé de Laranja Lima”

As apresentações de “Meu Pé de Laranja Lima” estão marcadas para os dias 20 e 21 de janeiro de 2024, na Sala Experimental do Teatro Municipal Joaquim Benite. Durante o sábado, o espetáculo será às 16h, enquanto no domingo, a peça começará às 11h. A duração estimada é de 100 minutos, com um intervalo para descanso.

Os bilhetes para “Meu Pé de Laranja Lima” no Teatro dos Aloés podem ser adquiridos aqui. É importante ressaltar que a classificação indicativa é para maiores de 12 anos.

Equipa Criativa e Elenco

A direção de arte de “Meu Pé de Laranja Lima” fica sob a responsabilidade de João Rodrigues, que tem o desafio de criar um ambiente visualmente envolvente para a peça. O desenho de luz é assinado por João Silva e Rafael Ribeiro, que trarão uma atmosfera única e cativante para a encenação. A música, que desempenha um papel fundamental na criação da atmosfera emocional da história, é composta por Rui Rebelo. E a animação, que adiciona um toque especial à experiência teatral, é desenvolvida por Patrícia Santos.

O elenco de “Meu Pé de Laranja Lima” conta com os talentosos Graciano Amorim, Jorge Silva, José Peixoto e Sara Azevedo, que dão vida aos personagens da história. Com a sua interpretação cativante e emocional, transportam o público para o universo imaginativo de Zezé e dos seus amigos.

“Meu Pé de Laranja Lima” é uma história emocionante que agora ganha vida nos palcos do Teatro Municipal Joaquim Benite. Com um elenco talentoso e uma equipa criativa dedicada, a peça promete encantar o público com a sua abordagem sensível e envolvente dos temas de amizade, amor e afeto. Se procura uma experiência teatral cativante, não perca a oportunidade de assistir a esta adaptação de um clássico da literatura juvenil brasileira. Garanta o seu bilhete e embarque nesta jornada emocional no Teatro Municipal Joaquim Benite.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Estudo-Acustico
Atualidade
Estudo Acústico da Sala Cine Incrível: Um Passo em Direção à Música ao Vivo

A Sociedade Filarmónica Incrível Almadense (SFIA) anunciou recentemente que pretende realizar um estudo acústico

Bibliotecas-Humanas
Cultura
Bibliotecas Humanas: Uma Janela para a História de Almada

As Bibliotecas Humanas têm-se revelado uma atividade enriquecedora nas redes municipais de bibliotecas em

Uma-Peca-de-Malabarismo
Cultura
“Nuit” - Uma Peça de Malabarismo para Toda a Família

A peça “Nuit” é uma experiência vertiginosa que nos transporta para um mundo paralelo,