Requalificação do Edifício Keil do Amaral: Um Novo Capítulo na História de Almada

A Câmara Municipal de Almada (CMA) vai dar um passo significativo na revitalização da cidade. Após quase duas décadas de abandono, o histórico edifício Keil do Amaral, anteriormente propriedade da EDP, será requalificado para acolher os serviços municipais. Com um investimento previsto de seis milhões de euros, esta iniciativa promete trazer uma nova centralidade a Almada e revitalizar uma área que há muito carece de dinamização.

Um Novo Olhar sobre um Ícone da Arquitetura Moderna

O projeto de requalificação do edifício Keil do Amaral foi confiado ao arquiteto Ricardo Bak Gordon, reconhecido internacionalmente pelo seu trabalho notável. Durante uma exposição realizada no próprio edifício, o projeto de arquitetura foi revelado ao público. Bak Gordon, também um dos autores do novo Museu dos Coches, em Lisboa, pretende preservar as linhas originais e a dignidade do espaço, ao mesmo tempo que lhe confere uma nova função.

O edifício Keil do Amaral, projectado por Francisco Keil do Amaral, é considerado um marco da arquitetura moderna em Portugal. Após anos de abandono e negligência, a CMA adquiriu o edifício em 2016 por dois milhões de euros. Agora, com a reabilitação em vista, a cidade de Almada terá a oportunidade de recuperar um património valioso e devolvê-lo aos cidadãos.

O projeto de Bak Gordon propõe a instalação dos serviços municipais da Câmara no edifício reabilitado. Atualmente, esses serviços encontram-se dispersos por vários pontos do concelho, o que dificulta a eficiência e a acessibilidade. Além disso, o edifício abrigará os gabinetes de vereação e o gabinete da Presidência, bem como um auditório. Bak Gordon também planeia criar uma praça aberta a todos, uma espécie de “anti-claustro”, que se abrirá horizontalmente para a cidade. O objetivo é que as pessoas que adentrem o edifício possam vivenciar o sabor do edifício original e a essência arquitectónica dos anos 1950.

Um Investimento no Futuro de Almada

A requalificação do edifício Keil do Amaral representa uma aposta significativa no desenvolvimento de Almada. A presidente da CMA, Inês de Medeiros, destacou a importância desse investimento para a cidade, afirmando que “uma boa parte de um enorme quarteirão, bem no centro de Almada, vai ganhar novas funções e vai abrir-se a cidade aos cidadãos”.

A requalificação do edifício Keil do Amaral marca um novo capítulo na história de Almada. Com um investimento significativo, a cidade terá a oportunidade de recuperar um património valioso e transformá-lo num espaço funcional e acessível. O projeto de Bak Gordon é um exemplo de como é possível unir história e modernidade, preservando a essência de um edifício icónico. Com esta iniciativa, Almada posiciona-se como uma cidade que valoriza o seu património e investe no seu futuro.

PARTILHE NAS REDES
- PUBLICIDADE -

Você também pode gostar:

Funko-Pop
Atualidade
A Maior Exposição de Funko Pop! da Europa Chega a Almada

Se é fã da cultura pop e coleciona brinquedos, provavelmente já ouviu falar dos

Recebem-Ordem-de-Despejo
Atualidade
Vários Restaurantes da Costa de Caparica Recebem Ordem de Despejo, entre eles “O Barbas”

A Costa de Caparica é conhecida pelas suas praias deslumbrantes, clima agradável e oferta

Estudo-Acustico
Atualidade
Estudo Acústico da Sala Cine Incrível: Um Passo em Direção à Música ao Vivo

A Sociedade Filarmónica Incrível Almadense (SFIA) anunciou recentemente que pretende realizar um estudo acústico